Minha faca de número 300

Quando comecei a fazer facas há quase dez anos, mais por diversão do que por qualquer motivo sério, nunca imaginei que chegaria a fazer trezentas peças. Hoje chego a este número, relembrando o quanto aprendi e melhorei minha técnica. Há muito o que aprender e melhorar ainda, mas é gratificante ver que de certa forma dominei razoavelmente o aço e consegui apresentar uma faca com um “design” próprio e de boa qualidade.

Continuo a fazer minhas facas sem pretensão, da minha maneira, no meu tempo. Antes de mais nada temos que gostar daquilo que fazemos, colocando em nosso trabalho sempre um pouco de nossa experiência, de nossos gostos, de nossa vivência. E o trabalho na cutelaria tem sido algo muito gratificante.

Sempre em frente, sempre aprendendo e melhorando.

Mais fotos da faca VCA #300 podem ser vistas em meu portfólio, aqui no site:

http://cutelariaartesanal.com.br/portfolio/albums/tunguska/

Espero que gostem, e que venham as próximas 300!

 

Esta entrada foi publicada em Cutelaria, Facas artesanais, Fotografia, Projetos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta